Como não enlouquecer em uma mudança
26.Oct

 

mudancas-curitiba-2

Oi meninas! Sorry pelo sumiço… cansada, correria e pelo simples fato de minha vida estar uma loucura com minha MUDANÇA.  E digo pra vocês que viver entre caixas não é uma boa opção kkk

Pois então, mudei de apartamento e fazer uma mudança não é algo muito fácil. Com todo esse aprendizado da última semana pensei ” Porque não ajudar outras leitoras que também estão nessa função de mudança?” Aperte bem os cintos que vem curva por ai. Se somente ler a palavra mudança já faz você tremer está no lugar certo: aqui vai um post com alguns conselhos e dicas para sobreviver a uma mudança sem ficar louco.

Ok, 90% pode ser exagero, mas na verdade a atitude com a qual enfrentamos essa mudança é o mais importante, principalmente se fazemos em casal. As mudanças são estressantes, se não queremos acabar dormindo no sofá ou quebrando os pratos antes de embalá-los, o melhor é respirar e ficar calmo. Ninguém nunca morreu por fazer uma mudança, e definitivamente não será seu caso, o máximo que pode acontecer é quando você pensar no dia X tenha taquicardia (na verdade eu tive uma semana de taquicardia e nervosismo) Se a mudança for em casal é melhor ainda e, uma boa opção para que a mudança em casal são seja uma experiência traumática é trabalhar em equipe mas bem organizados. Divida as tarefas, por exemplo, responsabilizando cada um por um cômodo diferente. Casais que fazem a mudança unidos permanecerão unidos 😉

Mudança por conta própria ou contratada

Uma das decisões mais importante na hora de fazer uma mudança será se vamos fazer nos mesmos ou contrataremos uma empresa de mudanças. Essa decisão está diretamente relacionada com o número de vezes que você já mudou na vida. Se não é a primeira (nem a segunda e nem terceira), com certeza você será tentado a contratar alguma empresa. Informe-se dos preços, faça uma lista dos objetos mais valiosos (as empresas de mudança costumam ter seguros), e desfrute vendo como um grupo de profissionais desconhecidos solucionar seu problema em algumas horas. Se pelo contrário, é a primeira vez que muda e quer tentar a sorte, não tem um orçamento suficiente ou simplesmente é dessas pessoas curiosas que desfrutam com as mudanças, comece a buscar caixas como um louca e prepare-se para passar algumas semanas das mais emocionantes. Eu escolhi uma empresa que foi um dia antes e embalou todas as minhas coisas. Sim, prato por prato e cada coisinha de dentro de casa. E olha vou te falar, descobrimos na mudança mil coisas esquecidas e percebemos o quanto somos “acumuladores”. Mesmo com essa empresa, ainda ajudei a embalar tudo e no dia da mudança acompanhei e carreguei caixa do mesmo jeito. Afinal, você quer tudo organizado logo. E assim, a empresa que eu contratei somente embalava e descarregava no destino. Não tinha o serviço de lavar e guardar tudo obvio! Esse trabalho fica integralmente com você. então…

mudanca-895788

Um bom momento para limpar

Quando nos mudamos, nos damos conta da grande quantidade de pertences desnecessários que temos. Muitos tem valor sentimental, tudo bem, podem passar. Mas muitos outros poderiam nos alertar de uma síndrome de Diógenes latente. Quando chegar nesse ponto, veja sua mudança como uma oportunidade estupenda para fazer uma limpeza geral e deixar para trás essas coisas que não servem para nada e que guardamos em nossos armários. Advertimos que não será uma tarefa fácil, mas se somos dois ou mais em casa, e deixamos boa parte desses objetos que não servem para nada, nosso trabalho será menos pesado. Bom, pelo menos as caixas serão

Já tem clara a organização. Agora é hora de montar as caixas. Considere vários aspectos que podem parecer muito lógicos mas que quando começar a encher as caixas podem ser esquecidos completamente. As caixas pequenas são boas para os objetos pesados, as caixas grandes são boas para objetos que não pesam. Assim de simples. Lógica é lógica, se enchemos uma caixa enorme com coisas pesadíssimas com certeza teremos que terminar a jornada no hospital com as costas travadas. Não seja ansioso, será muito mais trabalhoso encher as caixas pequenas com objetos pesados, mas sua saúde (e sua coluna) agradecerá. Também não se esqueça de etiquetar suas caixas ou ficará louco em sua nova casa abrindo-as para achar as panelas e os pratos. Por último, indique também quando uma caixa é frágil, isso se não quiser chegar com os objetos quebrados em mil pedaços. Então nomeie com caneta sobre as caixas as coisas por ambientes como “escritório”, “coisas do criado mudo” , “armário banheiro” que na hora de desencaixar tudo só levar até o cômodo e colocar tudo no lugar certinho . Outra dica que eu dou é separe uma caixa com coisas essenciais para um dia. Em viagens você não separa sua mala de mão? Praticamente uma caixa de sobrevivência para um dia  Você sabe que não vai conseguir arrumar todas as caixas assim que chegar a seu destino. Então separe alguns panos de limpeza , vassoura, balde e produtos para dar uma leve geral na nova casa e também um café (eu pelo menos não consigo viver sem), talheres, uma xicara, tesoura e estilete para cortar as caixas.

Ai você já tem meio caminho andado e mãos a obra!

Com certeza vai levar alguns dias para deixar tudinho 100% em seu lugar. Mas assim que estiver tudo em ordem você vai se sentir tão feliz que os próximos momentos é só relaxar aproveitar 😉

Beijos*

assinatura_kerou

0
Deixe seu comentário